Existe uma relação direta entre aromas e humor?

Publicado em 31 de agosto de 2021 por .

relação entre aromas e humor

Foto: Jazzie Moyssiadis

Sabia que o cheiro do nosso skincare, do produto que usamos para lavar a roupa e do desinfetante do piso da sala pode influenciar o nosso humor? O perfume de tudo o que nos cerca é tão poderoso assim porque o olfato é o nosso único sentido ligado diretamente ao sistema límbico, o nosso “cérebro das emoções”. Conversamos com o especialista em perfumes Dênis Pagani, que, além do blog e Insta @1nariz, é consultor na área e está escrevendo um livro sobre perfumes que vai dar uma panorâmica das principais famílias olfativas e das principais matérias-primas, com resenhas de fragrâncias para ajudar a gente a entender melhor os nossos gostos e, assim, escolher melhor nossas preferidas. Ele fala sobre essa importância dos cheiros nos nossos cosméticos e na nossa vida e dá dicas de como usá-los para mudar a rotina dentro de casa, especialmente num momento difícil como o de agora, na pandemia. “Acho que a gente pode inventar esses rituais para fazer bem para a gente, para encerrar um dia que foi difícil dissipando uma energia ruim. Afinal, a gente não tá precisando de muita novidade para os dias serem difíceis. É um recurso que está na nossa mão, né?”, diz, citando dicas que vão desde pingar algumas gotas de óleo essencial no chão do banheiro para que o vapor da água quente perfume o box durante o banho, até um exemplo inusitado e delicioso de uma amiga que, depois de um dia “do demônio” no trabalho, assa um bolo e aproveita aquela fragrância docinha para espantar o mal-estar. Leia a seguir os principais trechos da nossa entrevista. 

Existe uma relação direta entre aromas e humor? Onde o perfume entra nisso?
Com certeza existe uma associação que a gente faz um pouco naturalmente entre os perfumes e o que eles mobilizam na gente. Basta pensar que muita gente tem perfume para trabalhar, perfume de dia a dia, que a gente passa e se sente pronto para enfrentar os perrengues. E também o perfume para sair à noite, quando queremos nos sentir desejados, atraentes. A pandemia tirou tudo isso da gente, a maioria das pessoas com quem conversei me contou que sobrou perfume em 2020, porque não tinha mais ocasião para usar. A gente pode resgatar esses perfumes que nos levam para esses lugares internos como um jeito de mudar nosso humor, de mudar nossa percepção dos dias que estão todos iguais né, está tudo meio homogêneo na rotina durante a pandemia. 

De que maneira o perfume pode ajudar a relaxar?
Muitas pessoas usam perfume para dormir. Quem toma banho à noite antes do sono tem até sua colônia de lavanda. Isso já com certeza contribui para o relaxamento. Tudo o que nos leva para esse lugar do ritual, de trazer um pouco mais de presença, ajuda a relaxar. Os símbolos são importantes, e acho que a fragrância entra aí. O outro capítulo é o da aromaterapia: muito antes da perfumaria alcoólica, já existia algum tipo de tratamento a partir dos cheiros, tanto do ponto de vista físico como psicológico e simbólico. Por exemplo, na aromaterapia, os óleos essenciais extraídos de raízes ou de madeiras servem para aterrar uma cabeça que está com um pensamento muito agitado. A madeira fixa, dá uma dureza, e pode trazer um pouco mais de paz e sossego para essa cabeça com pensamentos voláteis. 

LEIA MAIS NO SITE: ESCOLHAS DA BONITA PARA RELAXAR EM CASA

Qual é a importância dos cheiros num momento em que tudo é tão virtual, pouco presencial?
Com o celular a gente está sempre em outro lugar: a gente está sempre no digital, que é um lugar nenhum, um lugar inventado. Mesmo quando o celular está no bolso, geralmente ouvimos música, então não notamos o som ambiente de onde estamos. Podemos usar o cheiro como um recurso para trazer presença, que é o assunto da nossa geração. E aí me refiro a fragrâncias no geral, como uma fragrância de casa, uma água de perfumar lençol, duas gotinhas de óleo essencial no chão do box quando vai tomar banho, uma vela perfumada na hora de ler e descansar. 

As fragrâncias dos cosméticos também podem influenciar nosso estado de espírito?
Quem nunca comprou um produto para o rosto e deixou de usar porque o cheiro … sem condições? Eu tinha um sabonete líquido de banho, o Grapefruit, da The Body Shop (que estou fazendo campanha aberta para que volte), putz, era fantástico, tinha aquela cor de laranja néon, era hiperperfumado, azedo e amargo. Nossa, era encantador, eu tinha uma visão cor-de-rosa do futuro quando estava usando esse sabonete no banho. Outro exemplo pessoal é que tenho uma pele quase transparente, então sempre me queimei no sol e quando criança tinha um protetor solar que eu usava muito, o Coppertone Kids. De uns tempos para cá, encontrei um perfume chamado Suntan Lotion, que é o cheiro daquele protetor solar. Queria usar esse perfume o tempo inteiro, porque ele me leva para a minha infância: associei esse cheiro do protetor a momentos superfelizes da minha infância, de férias brincando na areia com os meus primos. 

Quais rituais envolvendo cheiros podem nos ajudar no dia a dia?
Acho delicioso limpar a casa com um óleo de eucalipto. É superforte, mas é só pingar algumas gotas diluídas em água para limpar o chão. O eucalipto é um antisséptico natural e traz essa vibe florestal, que para mim é sempre bem-vinda: a gente não consegue morar em outro lugar que não seja a cidade, mas está louco para sair dela o tempo inteiro. Usar fragrâncias para criar um pouco de rituais é um super recurso para trabalhar nosso humor, nosso relaxamento. Acho que quem tem uma cabeça menos de exatas faz isso com mais facilidade. Você se permite, sei lá, acender um incenso para dissipar aquela energia depois que rolou uma treta federal. Tenho uma amiga que quando o dia tinha sido muito ruim no trabalho, ela voltava para casa e assava um bolo. Usava a fragrância do bolo para dissipar aquele mal-estar. Acho que podemos inventar esses rituais para nos fazer bem, para encerrar um dia que foi difícil dissipando uma energia ruim. Afinal, a gente não tá precisando de muita novidade para os dias serem difíceis. É um recurso que está na nossa mão, né? E não só com a função de melhorar nosso humor, mas como um vislumbre de beleza.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Este site usa cookies para lhe oferecer uma melhor experiência de navegação. Ao navegar neste site, você concorda com o uso de cookies.