Como ser otimista?

Publicado em 14 de julho de 2021 por .

Escrever me ajuda muito em momentos de depressão, tristeza e até incertezas profissionais, mas toda vez que preciso escrever uma newsletter ou qualquer coisa pra Bonita sinto uma dificuldade enorme e começo uma eterna enrolação. Talvez porque, pra um texto ser verdadeiro, mesmo que pra falar de trabalho, a gente acabe se expondo e tendo que enfrentar alguns fantasmas, tipo a síndrome da impostora, que me acompanha todos os dias e me fala “nossa, que newsletter mais chata, hein?”. E aí eu “emperro” nas newsletters e em qualquer coisa que me peçam pra fazer – ou que eu precise fazer – porque me dá medo de escrever, de responder um email, de enfrentar várias situações necessárias no trabalho. Isso só pra justificar, mais uma vez porque sumo e reapareço e aí sumo de novo.

Fiquei dias enrolando pra escrever sobre nosso Especial de Inverno, um projeto que estreamos hoje e que me deixou tão feliz. Ele é uma parceria com quatro marcas do Grupo Boticário: nos juntamos a BotikQuem disse Berenice?Eudora a Bio-Oil pra explorar o universo da hidratação, tratamento e até da maquiagem nas próximas semanas.

Mas por que falar desse projeto me deu block total na hora de digitar algumas letrinhas no Google Docs? Me lembrei de outro texto que mora em uma aba aberta aqui há 3 ou 4 semanas, quando prometi pra equipe da Bonita que ia escrever uma matéria sobre como ser otimista, mesmo sendo pessimista. E eu simplesmente não consegui escrever sobre otimismo, porque sou realista demais e não saía nada bom de mim. Nada, nadinha.

Pensando mais cedo em como deve ser um Especial de Inverno, que no caso é virtual e não uma festa junina cheia de quentão e vinho quente, acabei entrando em contato com uma pontinha de otimismo que existe em mim. Pensei assim: o que esse inverno tem de especial? E minha versão otimista, que acabo de descobrir que existe, chegou à conclusão de que talvez esse seja um especial de inverno em um inverno especial.

Apesar de tudo, essa é a primeira vez que conseguimos ter um pouco de esperança nos nossos dias, enquanto vemos nossos familiares e amigos – FINALMENTE – sendo vacinados. De repente sinto uma euforia enorme e uma vontade de abraçar e agarrar todos os meus amigos de novo, ao mesmo tempo. Muita calma nessa hora, sei que vai demorar muito pra gente viver assim, mas é muito bom sentir essa esperança e isso já bastou pra me dar uma pequena dose de animação.

Então acho que a dica que tentei dar por semanas e não consegui, finalmente saiu naturalmente: pra ser otimista, no meio de uma pandemia, talvez a gente tenha que se agarrar nas pequenas esperanças e nas coisas cotidianas que nos fazem bem.

Sem puxar sardinha pro meu lado – pela milésima vez – mas olha o skincare e a maquiagem aí dando aquele abracinho quando a gente precisa. Existe um motivo melhor pra gente juntar um monte de gente talentosa que faz conteúdo (a equipe Bonita de Pele, lógico) e marcas e lançamentos incríveis pra falar do assunto que a gente mais ama e que nos uniu nessa comunidade da beleza?

Como já contei pra vocês antes, esse projeto também faz parte de uma nova estratégia que estamos pensando pra Bonita e que eu tenho muita vontade de fazer, que é trabalhar com as marcas em novos formatos e em parcerias que enalteçam cada vez mais o conteúdo, pra gente pensar em coisas legais juntos e ir testando o que a internet quer ver sobre beleza hoje.

Acho que hoje também é um novo momento pra mim, porque passei o final de semana pensando em usar mais a newsletter e o site da Bonita pra gente se falar. Trabalhar com conteúdo tem vários desafios, e estar no instagram é um deles, já que a plataforma muda muito o algoritmo e nem sempre entrega o que a gente faz pras pessoas, e aí nem sempre conseguimos receber feedbacks ou entender o que estão amando ou detestando (espero que ninguém esteja detestando, mas se estiver me escreve e vamos repensar).

Esse texto então não veio aqui só te contar que nosso Especial de Inverno começou, também veio abrir o coração e dizer que quero escrever mais e vou tentar não sofrer por me expor um pouco nesses textos, que ver meus amigos se vacinando me traz MUITA esperança, que existe um jeito sim de ser otimista – mesmo que você seja paranóica e pessimista como eu. Mas sempre se informando e mantendo o realismo em dia, porque somos gatas hidratadas, mas somos inteligentes também.

Ah, e se possível pratique um exercício físico porque isso é o que me salva em dias surtados, tipo minha segunda à noite, que acabou com esse textão e uma corrida na rua, seguidos de banho morno (quente, mas não conta pras dermatos) e muito hidratante pra dormir bem boni.

Se cuida, que quando estivermos todas vacinadas vamos fazer um especial de inverno ao vivo, talvez uma quermesse? E para dicas de como se hidratar e se cuidar, acompanha a gente nas próximas semanas <3.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Este site usa cookies para lhe oferecer uma melhor experiência de navegação. Ao navegar neste site, você concorda com o uso de cookies.