Skinxiety: a ansiedade da pele na coluna Pele Livre, com Kéren Paiva

Publicado em 22 de junho de 2021 por .

A colunista Kéren Paiva

Você sabe o que é skinxiety e como esse problema vem afetando principalmente as pessoas durante a pandemia? “Quando é praticado de forma desenfreada, em busca de uma pele perfeita, o ritual de skincare deixa de ter o significado real da palavra, que é o cuidado com a pele”, afirma Kéren Paiva, que acaba de completar um ano como colunista da Bonita de Pele e fala sobre o tema na sua coluna Pele Livre. “Ficar testando e comprando um milhão de produtos a fim de solucionar os seus problemas pode ser um dos sintomas.”

A College of Aesthetic Medicine classificou o ”skinxiety” como um fenômeno mundial que se refere à ansiedade das pessoas sobre sua aparência causada por questões pandêmicas, como filtros da beleza, maskne e os altos níveis de estresse que estamos passando e que têm impactado a saúde da pele. Já falamos por aqui como os  filtros de Instagram estão levando as pessoas a terem expectativas irreais em relação à própria imagem (confira na reportagem serão os filtros de beleza versão virtual das cirurgias plásticas?). Agora, nossa colunista conta que esse problema pode impactar também a maneira como você se relaciona com os cosméticos. “Já parou para pensar se o seu momento de skincare e consumo de produtos não está gerando essa ansiedade de acabar com um problema? Na medida em que vamos consumindo e vendo certo tipo de conteúdo, é muito fácil a gente se perder”, questiona.

ASSISTA O VÍDEO DA COLUNA PELE LIVRE, COM KÉREN PAIVA

Mas calma que tem solução! Separamos algumas dicas que vão te ajudar a rever sua maneira de lidar com o skincare e o skinxiety. A primeira delas é você se convencer de que não precisa de vários produtos para cuidar da sua pele. Veículos de beleza e influenciadores mostram vários cosméticos a fim de oferecer opções, mas isso não quer dizer que você precise ter 30 hidratantes. Se tem algo na sua pele te incomodando, consulte sempre dermatologistas e veja quais são os melhores para o seu caso. Por último, e não menos importante: “Não existe pele perfeita! Sem manchas, cicatrizes ou poros.  As imagens que você vê na internet são fotos manipuladas. Uma pele normal tem textura, poros, pode ter manchas e acne. Se você tem alguma patologia, não tem problema procurar ajuda e alternativas, mas não se cobre desse jeito. Ter essa consciência vai ajudar muito a gente não se cobrar tanto.”  

Lá no Instagram da bonita, a chefona Jana Rosa conta sobre como não ter uma relação tóxica com os seus creminhos,

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Este site usa cookies para lhe oferecer uma melhor experiência de navegação. Ao navegar neste site, você concorda com o uso de cookies.