Dandara Pagu e a versatilidade do cabelo crespo

Publicado em 4 de junho de 2021 por .

Dandara Pagu, nossa filósofa do skincare, é também mestra dos cabelos crespos. “O cabelo crespo tem mil opções: às vezes eu tô de black, às vezes tô de trança longa, às vezes de trança rasteira”, diz ela, que já teve vários tipos de cabelo e também já passou por transição capilar. “Não se prenda a padrões: entenda seu cabelo, e o respeite. Sei que é um processo, tem toda uma cobrança quando a gente corta o cabelo para tirar a química. Então seja solidária com sua amiga que está fazendo transição. Elogie, diga que ela está linda e que vai ficar melhor ainda”, diz. E completa. “Não aceite preconceito na sua vida. E também não seja preconceituosa.”

Para assistir à coluna da Dandara, clique aqui

Dandara tem o cabelo crespo tipo 4c que, dentro da nomenclatura de ondulação do fio, é a do cacho mais fechado. “Já ouvi que os cabelos crespos são difíceis. Muito pelo contrário: às vezes posso até mudar a fibra do meu cabelo e fazer cacho ou deixá-lo liso. Até ser loira. O importante é respeitá-lo dentro de sua multiplicidade.”

Além de contar sua vivencia com suas madeixas desde a infância até seu processo de transição, ela dá uma aula de história sobre o cabelo crespo. “As tranças nagô, aquelas que são bem presas no couro cabeludo, eram usadas para fazer mapas para os quilombos, lugares refúgio para escravizados. Como isso precisava ser escondido dos senhores de engenho, o mapa era feito nas tranças  para que eles conseguissem chegar lá.”

No vídeo do IGTV, Dandara mostra suas várias fases capilares, e também convida quem tiver dúvidas sobre cabelo crespo, transição, ou o que for, comentar aqui, no insta dela ou no da Bonita de Pele, que ela responde!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Este site usa cookies para lhe oferecer uma melhor experiência de navegação. Ao navegar neste site, você concorda com o uso de cookies.