Texturas de skincare no inverno e por que a pele precisa de mais hidratação

Foto: Jazzie Moyssiadis

Mudam as estações e com elas as texturas do skincare. Junho é o mês do início do inverno: a data oficial é dia 21, mas o frio já começou a dar as caras e, com ele, abrimos a temporada das maravilhosas texturas invernais. É a chance de mergulhar em experiências sensoriais mais ricas, densas, quase vintage mas não menos eficazes. Como bem definiu nosso social media, Jonas Netto, é a imersão no “skincare raiz”, do cremão, dos óleos, das manteigas hidratantes. Com novas tecnologias, eles conseguem ser ricos e adaptáveis para peles oleosas e mistas. Há também óleos faciais superhidratantes e leves que vão muito bem em peles oleosas.

A necessidade de todos os tipos de pele muda no inverno porque a dobradinha frio + baixa umidade do ar faz com que o corpo transpire menos e, assim, a pele fique mais seca. Isso acontece com as naturalmente mais ressecadas, mistas e até as oleosas. É por isso que no inverno a nossa pele pede texturas mais ricas no rosto, nos lábios e no corpo. Sai o hidratante em gel, entram os cremes mais espessos e os óleos faciais, como o de semente de uva, que é mais leve, com para as mistas e oleosas, mas bem potente, e o de rosa mosqueta, mais gorduroso, tipo SOS hidratação. O hidratante corporal também pode migrar do nicho das loções para as manteigas. Nos lábios, balms mais espessos e batons superemolientes são uma boa pedida, e dão ainda aquele brilho de boca saudável. “Uma boa hidratação auxilia na manutenção do viço e da beleza da pele, além de manter a integridade da camada de proteção cutânea e evitar problemas como descamação, ressecamento, envelhecimento precoce, irritações e infecções”, recomenda o site da Sociedade Brasileira de Dermatologia.

Moral da história: antes de chegar naquele nível de ver o lábio rachar, a pele repuxar, o cotovelo e os pés se tornarem ásperos e a área da canela até meio craquelada, bora investir nessa hidratação poderosa e ainda aproveitar para mergulhar numa nova e instigante experiência sensorial com as texturas do inverno.


1 comment

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.